segunda-feira, 6 de maio de 2013

CONTO POR CONTO #1: "A Família do Vurdalak" (A.K. Tolstói)

Segundo conto da antologia "Contos de Horror do Século XIX", "A Família do Vurdalak" foi escrito por Aleksei Konstantinovitch Tolstói, primo do famoso escritor russo, Liev Tolstói. 

Publicado em 1847, o conto tem aquela premissa clássica das histórias mais antigas de horror: um grupo de amigos se reúne para compartilhar suas histórias mais aterrorizantes, até que chega um componente do grupo e conta a mais escabrosa de todas. Saudades, "A Outra Volta do Parafuso"...


Enfim, o tal narrador da tal história escabrosa é o marquês de Urfé, que conta a sua experiência ao se hospedar por alguns dias, durante uma viagem, em uma casa aterrorizada por um vurdalak. Basicamente, o vurdalak é o vampiro do povo sérvio.
Alekei Tolstói        
O melhor: o vurdalak é aquele VAMPIRO DE VERDADE, SABE? O morto-vivo, sugador de sangue, que morre com a estaca e o mais legal (na minha opinião): TEM QUE PEDIR LICENÇA PRA ENTRAR NA CASA. Sério, sempre gostei disso, uma vez que o vampiro tem que usar de seus mind games pra convencer a pessoa a abrir a porta/janela.   

Voltando ao conto... A situação piora, porque o vampiro sérvio em questão é um dos principais membros da família, daí é aquele negócio, né...

O conto é cheio de grandes momentos mas o final eu particularmente achei incrível. Com um pouco mais de ação, ele contribui, descrevendo o terror que essas criaturas podem proporcionar a todos.

RESUMINDO: 
O conto é ótimo. Junto com a "Mão do Macaco", "A Família do Vurdalak" exala horror e aumenta as minhas expectativas quanto a essa antologia. Se isso é bom ou ruim, não sei... só o tempo e os próximos contos dirão XD

NOTA: 9/10


LIVRO:
Contos de Horror do Século XIX (2005), organizado por Alberto Manguel. Companhia das Letras. Tradução: conto traduzido por Nina Horta.

2 comentários:

  1. Ei, tudo bem?
    Eu estou lendo esse livro tb, e, até agora, o conto q mais gostei foi o da Família do Vurdalak. Fiquei com medo de verdade hahaha nem conseguia olhar para a janela a noite.
    Enfim, espero q os outros contos sejam tão bons quanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Barney :D

      Esse conto ótimo mesmo e apesar de ser bem mais estruturado, na minha opinião, só ficou atrás da "Mão do Macaco" porque é um pouquinho mais arrastado em alguns (poucos, pouquíssimos) pontos.

      Vai na fé, porque eu já estou no finalzinho e achei boas praticamente todas histórias!

      Abraço! \o

      Excluir